Até esta sexta-feira (03) a CAERN não conseguiu recuperar o rompimento provocado em uma parte da sacaria, construída na captação da Adutora Manoel Torres, em Jardim de Piranhas. O rompimento aconteceu as 13 horas da terça-feira, dia 31.

Em visita ao Rio Piranhas na manhã de hoje, o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu, José Procópio de Lucena pode verificar que a água, que conseguiu ultrapassar a sacaria, já percorreu em torno de 20 quilômetros do local da captação. “Está entre a Comunidade Piedade e Ferreiro. No dia do rompimento régua estava medindo 3,70m de coluna de água, hoje dia 03 de fevereiro está medindo 3, 25m”, disse.

O sistema de captação vem sendo mantido com 04 bombas funcionando. 03 pra Caicó bombeando 540m3\h, sendo 440m3\h pra Caicó; 20m3\h para Timbaúba e 20m3\h para São Fernando, e uma bomba para Jardim de Piranhas, bombeando 150m3/h. A água vem do Açude Mãe D’Água pelo Rio Piranhas, que também garante o abastecimento de milhares de pessoas em municípios paraibanos.