O Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu esteve presente nesta sexta-feira (09/06) na audiência pública que discutiu a situação da obra do eixo norte do Programa de Integração das Águas do Rio São Francisco. O evento aconteceu na Câmara Municipal de Vereadores do município de Uiraúna/PB, no sertão paraibano. O CBH PPA esteve representado pelo seu presidente, o Sr. José Procópio de Lucena, e os membros Josué Diniz, representante do usuários de água de São Bento/PB, e Francisco José Bernardino, representante da Federação das Indústrias da Paraíba.

“Precisamos dizer um basta na paralização da obra. Se é um problema jurídico, então vamos resolver. Se é técnico, então vamos abrir uma frente de resolução. Se é política, então que seja resolvido. De forma que possibilidade para resolver existe. O que não pode é ficar todo mundo calado e a obra paralisada. Contudo, a água virá não pela vontade de uma única pessoa, mas pela vontade coletiva da população”, disse Procópio Lucena.

As obras do eixo norte da transposição estão paralisadas desde que a Justiça Federal, por meio do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), concedeu uma liminar suspendendo o resultado da licitação. A decisão do desembargador Souza Prudente aconteceu depois que as empresas concorrentes da Emsa-Siton, vencedora do certame, recorreram à Justiça contra a decisão do Ministério da Integração Nacional.

Para a execução das obras, o valor de R$ 516,8 milhões foi renegociado com a Emsa pelo Ministério, que obteve desconto de R$ 57,4 milhões em relação ao preço estimado inicialmente. No começo de fevereiro, a Comissão Permanente de Licitação recebeu sete ofertas para a execução das obras.