A frase é do superintendente de regulação da Agência Nacional de Água (ANA), Rodrigo Flexa. Ele participou nesta terça-feira (24/10) de reunião no município de Coremas/PB que tratou sobre os serviços de recuperação do açude Curemas, em especial a possibilidade de inserção, no orçamento da obra, da substituição da válvula anelar by pass do adutor 01 do reservatório paraibano. Para o representante da ANA, é fundamental que o equipamento seja substituído.

“Vamos buscar uma solução para inserir no orçamento a substituição da válvula, que está estragada desde meados de 2015. Temos uma estratégia e vamos, em conversa com o Dnocs, ver a possibilidade de inserir no orçamento. O contratante da obra é o Dnocs, portanto, é com ele que vamos discutir o melhor caminho a ser feito para fazer essa substituição”, disse Rodrigo Flexa.

Ainda de acordo com ele, “a ideia é aproveitar, já a empresa está executando obras no açude, e fazer um aditivo para complementar o valor da obra. Pra mim, essa válvula é o coração do sistema e é fundamental para o sistema hídrico possa funcionar aqui no reservatório”, explicou.