O Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas-Açu – CBH PPA publicou nesta quinta-feira (31/01) o relatório anual das atividades, ano 2018, desenvolvidas em toda a bacia. No documento é possível acompanhar o que aconteceu nas Reuniões Ordinárias e Extraordinárias, o trabalho da Câmara Técnica de Planejamento Institucional – CTPI, as reuniões da Diretoria Colegiada, os cursos realizados durante o ano, os boletins informativos publicados, as reuniões promovidas pelo CBH PPA e pela ANA e os eventos e ações promovidas por instituições parceiras com a participação dos membros do CBH PPA.

O relatório também acompanha um quadro comparativo das metas Propostas e Executadas em 2018, conforme previsto no Termo de Parceria Nº 001/2015/ANA – SICONV Nº 817049/2015, além dos resultados alcançados em várias áreas de atuação do CBH PPA.

“O relatório é uma amostra de como foi o trabalho do CBH PPA em 2018. No documento estão várias ações realizadas pelo CBH PPA, além das realizadas pela ANA e Instituições parcerias e que contaram com apoio do Comitê. Eu diria que 2018 foi um ano bastante exitoso, atravessamos um ano bastante difícil que culmina com quase sete anos de escassez hídrica. Mas aí o comitê exercitou as questões que são de sua competência, na resolução de conflitos, e nas dinâmicas de reuniões que são necessárias. Tudo isso é possível acompanhar no relatório”, disse Paulo Varela.

De acordo com Paulo, “mesmo dentro de um quadro difícil como o que estamos vivendo, a presença do comitê tem feito a diferença. Conseguimos passar por todo o ano de 2018 garantindo o abastecimento consistente das comunidade e das nossas cidades”.

O presidente do CBH PPA também comentou sobre as perspectivas para este ano. Segundo ele, o comitê vai permanecer com a mesma dinâmica nos últimos anos, dará seguimento ao que já está planejado e buscará alternativas para novos projetos.

“Já estamos atuando em 2019, o caso da Barragem das Traíras e o gerenciamento do Sistema Curemas Mãe D’Água é só o começo das nossas atividades. Dessa forma, estamos mantendo toda essa sistemática de acompanhamento junto aos órgãos, vamos continuar acompanhando o projeto de segurança hídrica para o Seridó, vamos continuar com o projeto de Reúso de Água para os municípios que já foram contemplados, além de outros projetos para toda a bacia. Assim deve ser um comitê: ligado na sua base, nas pessoas, nas águas que correm diretamente na bacia e é dessa forma que vamos seguir”, finalizou Varela.

Clique AQUI e confira o Relatório de Atividades do CBH PPA em 2018