A Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico – ANA faz uma avaliação positiva e traça metas evolutivas para a bacia do Piancó-Piranhas-Açu para os próximos anos. A avaliação foi feita pelos superintendes da agência após a aprovação do Plano de Recursos Hídricos durante a 25ª Reunião Ordinária do Comitê, que aconteceu em Pombal (PB).

A ANA participou do encontro representada pelos superintendentes Flávio Tröger, Humberto Gonçalves e Tibério Pinheiro; e pela servidora Rosana Evangelista. Também estiveram na reunião a empresa responsável pela atualização do Plano de Recursos Hídricos da Bacia dos Rios Piancó-Piranhas-Açu e representantes dos governos da Paraíba e do Rio Grande do Norte.

“Esse plano traz uma série de ações estratégicas e vem ao encontro de toda problemática que nós encontramos aqui na bacia. Esse comitê vem implementando essas ações com a ajuda da Agência Nacional de Águas e dos órgãos gestores da Paraíba e do Rio Grande do Norte.  É um dos comitês que mais avançou na implementação do plano atual. Já são mais de 60% de ações implementadas nesse período de quatro a cinco anos”, destacou Humberto Gonçalves, Superintendente de Apoio ao Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos da ANA.

Depois da aprovação, o PRH da bacia vai entrar em seu segundo ciclo, com novas ações para a bacia. Estamos entrando agora em um novo ciclo de implementação, entendendo o que foi feito, onde é que ousamos ou menos, para que a gente possa avançar na gestão da bacia com novas ações do plano. O desafio agora é mobilizar a bacia para que ela conheça o seu plano e todas essas ações”, explicou Tibério Pinheiro, Superintende de Implementação, de planos, programas e projetos da ANA.

“O PRH do Piancó-Piranhas-Açu fortalece o nosso instrumento de planejamento, fortalece o conceito de que o plano é dinâmico e vai sempre, progressivamente, aperfeiçoado à medida que a gente consegue fazer um ajuste de rumos para que a gente possa continuar implementando as ações e resolvendo os problemas da bacia”, finalizou Flávio Tröger, Superintendente de Planejamento de Recursos Hídricos da ANA.